Profitec/ agosto 13, 2019/ Escola Técnica

As escolas técnicas vêm fazendo muita mudança na vida de jovens que buscam ingressar no mercado de trabalho, desenvolver sua carreira profissional e começar a ter sua própria renda.

A grade de cada curso profissionalizante depende da área, como saúde (Enfermagem, Farmácia, Nutrição), processos industriais (Eletrônica, Eletrotécnica, Mecatrônica, Mecânica), negócios e gestão (Comércio, Secretariado, Marketing, Administração, Contabilidade, Serviços Jurídicos) e assim por diante.

Mas também é possível realizar tarefas fora da grade curricular. A seguir, mostramos 4 atividades extracurriculares para alunos de escola técnica!

1. As pesquisas (iniciação científica)

Algumas escolas técnicas, como a IFSP (Escola Técnica Federal de São Paulo), oferecem a possibilidade de o aluno concorrer a bolsas de pesquisa, como acontece nas instituições de ensino superior.

Nesse caso, apesar de ser voltada para o ensino técnico, a instituição não deixa de lado a iniciação científica, que pode complementar e fundamentar o aprendizado prático do aluno.

Essa iniciação científica, naturalmente, varia de acordo com a área de atuação do estudante. Por exemplo, na área de saúde, pode-se dedicar a pesquisas sobre microbiologia, medicina alternativa, gerontologia e muitas outras coisas.

A iniciação científica consome muito tempo do aluno, ou seja, ele deve realmente estar desejoso de participar de um projeto de pesquisa e aprender mais.

2. As visitas a empresas e indústrias

O estágio geralmente integra a grade da maioria dos cursos técnicos. Assim, ele não pode figurar entre as atividades extracurriculares da escola. Mas fazer visitas informais a diferentes empresas e indústrias é uma forma de familiarizar o aluno com o ambiente em que ele estagiará e trabalhará futuramente.

Como o interesse primordial da instituição é capacitar o jovem para o mercado de trabalho, nada melhor que organizar visitas periódicas em hospitais, escolas, faculdades, empresas comerciais, indústrias diversas, conforme o curso.

Esse contato prévio facilita a atuação do aluno na área que ele escolheu, pois ele tem a oportunidade de ir desenvolvendo sua autoconfiança.

Muitas escolas técnicas direcionam ou recomendam o aluno para determinadas empresas com as quais fazem parcerias. Se ele tiver a chance de visitar esse local antecipadamente e acompanhar o ciclo de produção ou a forma como ela desenvolve seu trabalho, isso tornará sua experiência posterior de estágio ou de jovem aprendiz mais fácil.

3. Os esportes, academias e competições

Nada impede uma escola técnica de oferecer atividades que visem o bem-estar físico, como a prática de esportes. Nesse sentido, pouco importa o curso, o estudante poderá praticar natação, futebol, basquete e assim por diante. Também é possível oferecer os serviços de uma academia de musculação, exercícios aeróbicos, pilates, dança e outras atividades.

É comum também a realização de competições esportivas envolvendo cursos diferentes ou grupos diversos de um mesmo curso. Outra opção é promover concursos de xadrez e de outros jogos de tabuleiros, que valorizam, primeiro, os aspectos cognitivos dos participantes.

As competições podem envolver os conhecimentos que estão sendo passados, ou seja, podem ser específicas em relação ao conteúdo estudado e praticado. Para alguns alunos, é uma forma de estimular o aprendizado.

Manter a saúde física e mental é importante para quem deseja aprender mais e desenvolver suas aptidões.

4. O aprendizado de uma língua estrangeira

Outra das atividades extracurriculares que podem ser oferecidas em uma escola técnica é o aprendizado de uma língua estrangeira. Pode ser um curso focado principalmente em aspectos práticos, como aprender a se comunicar com pessoas que falam outros idiomas.

Talvez, na grade de certos cursos, esse aprendizado já seja obrigatório, mas seria interessante dar a chance para alunos de qualquer curso que desejassem aprender outro idioma. Hoje, falar inglês ou espanhol pode ser um pré-requisito em alguns trabalhos e especializações.

Como foi possível perceber, existem muitas atividades extracurriculares. Elas dependem do perfil da escola técnica, do que ela efetivamente almeja em relação aos alunos. O importante é escolher uma atividade que você goste e que estimule o seu aprendizado.

O que acha de continuar recebendo dicas sobre cursinhos preparatórios e cursos profissionalizantes? Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma publicação.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.