Profitec/ setembro 17, 2019/ Mercado de trabalho

Quando se torna jovem aprendiz, a pessoa que ainda é menor de idade tem condições de trabalhar e adquirir experiência, dando assim um importante passo em sua carreira profissional.

A carga horária, as datas e lugares dos processos seletivos, bem como o conteúdo programático são definidos conforme o perfil e o setor em que a empresa parceira trabalha. Você sabia que as Escolas Técnicas podem proporcionar a entrada no mercado de trabalho com melhores posições e salários?

Continue lendo o artigo e veja como a Escola Técnica pode auxiliá-lo a se tornar um jovem aprendiz!

O que é ser jovem aprendiz?

Conforme a Lei de Aprendizagem, que altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o jovem aprendiz é uma opção para os jovens, com idade entre 14 e 24 anos, que querem atuar no mercado de trabalho.

Para os adolescentes, que são jovens que ainda não atingiram a maioridade, é uma oportunidade entrar no primeiro emprego trabalhando de forma legal.

Assim, o aprendiz precisa trabalhar, adquirir experiência, aprender uma profissão e ainda preparar-se para o mercado, qualificando-se, com o suporte de uma formação técnico-profissional. É importante ainda que o jovem aprendiz concilie seus estudos com o trabalho, esforçando-se para conquistar sua formação.

Como as Escolas Técnicas auxiliam no trabalho para jovens?

De acordo com Laura Laganá, superintendente do Centro Paula Souza, instituição do Governo do Estado de São Paulo que administra Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs), alunos que realizam cursos técnicos integrados ao Ensino Médio podem garantir a saída da escola com dois diplomas obtendo mais possibilidades de empregos.

É comprovado o excelente desempenho que os alunos que estudam em Etecs têm nos vestibulares, o que proporciona aos estudantes a entrada em excelentes universidades. Esse fator também auxilia no acesso a empregos.

Além disso, algumas Etecs realizam parcerias com setores produtivos, fundações, secretarias estaduais, etc., oferecendo cursos técnicos para a inserção mais rápida no mercado de trabalho.

Como ser um jovem aprendiz?

Para ser um adolescente aprendiz, é preciso ter entre 14 anos e 24 anos. Outra condição é que ele precisa cursar o ensino fundamental, ou tê-lo concluído. Ele pode estar cursando o ensino médio também.

O jovem deve se cadastrar ou se vincular a uma organização que tenha o Programa de aprendizagem. Durante o período de contratação, o jovem tem direito à formação profissional e, ao mesmo tempo, tem direito de estudar, cursando o ensino convencional ou técnico. Vale dizer que o jovem aprendiz pode ser contratado pela empresa ou pela organização em que se cadastrou.

O aprendiz, faz jus à remuneração, ou seja, deve receber um salário-mínimo/hora e sua atividade deve ser registrada na Carteira de Trabalho e na Previdência Social.

Como foi possível identificar com o artigo, ser jovem aprendiz é uma boa oportunidade para o jovem que deseja realmente trabalhar e começar sua carreira profissional mais cedo. É uma experiência enriquecedora e que fará com que você se desenvolva muitas habilidades.

Que tal aumentar suas chances de garantir seu primeiro emprego como jovem aprendiz estudando em uma Escola Técnica? Prepare-se com os melhores profissionais e materiais disponíveis no curso preparatório às escolas técnicas Profitec!

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.